Bem Vindos

SEJAM BEM VINDOS
Em todos os povos do mundo, em todas as épocas da humanidade, o que se espera de uma nova geração é que ela aprenda os ensinamentos dos mais velhos e siga os passos daqueles que já trilharam muitos caminhos. Os pais esperam que seus filhos os escutem e ponham em prática, o que eles lhes ensinam. Os professores se orgulham dos alunos que os seguem.
O conhecer não é somente assimilar passivamente um saber, um conteúdo, um objeto.
Admitimos a idéia de que devemos partir de algo, mas para que haja conhecimento esse algo deve ser transformado, repensado, ter adquirido novo significado e ser elaborado. Podemos fazer isso em conjunto com outros indivíduos, mas cada um, precisa contribuir com sua parcela de intelectualidade, de ação.
Juntos, queremos neste ano letivo, fortalecer nosso espírito para que os objetivos almejados em nossos projetos sejam alcançados com sucesso. E nesta caminhada precisamos de: perseverança, senso de compromisso, dedicação, entrosamento e responsabilidade.
É com esse espírito e amor pela educação que damos boas vindas a todos: alunos, pais, professores e demais funcionários, para que, com vibração e alegria iniciemos nossas atividades.
Esperamos que cada um siga os seus próprios passos, que trilhe novos caminhos, que ouse, que transforme ... com a humildade de um eterno aprendiz.
“... nada de vós retenhais para vós mesmos, para que totalmente vos receba o que totalmente se vos dá!”

"Jamais considere seus estudos como uma obrigação, mas como uma oportunidade invejável para aprender e conhecer a influência libertadora da beleza do reino do espírito, para seu próprio prazer pessoal e para proveito da comunidade à qual seu futuro trabalho pertencer".
Albert Einstein
" A vida não é feita de prazeres, mas de responsabilidades".
Mahatma Gandhi
Ordem, Trabalho, Educação, Caridade, Benevolência, Compreensão..., começam dentro de casa.

Comunicados - Trabalhos - Provas - 2017

04/09
Calendário de Provas Ensino Médio - 3º bimestre


04/09
Calendário de Provas Fundamental II - 3º bimestre




01/08

Colégio Gênios do Futuro 

Reunião de Pais - 31/07/2017


Agradecemos a todos pela presença e confiança.
Pela ordem relacionamos os seguintes tópicos:
-  Faltas: Faltas não justificadas (somente doença com atestado ou motivo de força maior), o aluno deve ter no mínimo 75% de presença efetiva durante o ano letivo, o que exceder este limite o Colégio fica obrigado a realizar trabalhos de compensação de faltas e quando atingir 50%, comunicar as faltas ao Conselho Tutelas ( Art. 56 do ECA). “LDB9394/96 art. 12 inciso XIII, notificar ao Conselho Tutelar do Município, ao juiz competente da comarca e ao representante do Ministério Público a relação dos alunos que apresentem quantidade de faltas acima de cinquenta por cento do percentual permitido em lei”. - Uniforme, seu uso é obrigatório para todos os alunos e consta em contrato a obrigatoriedade do mesmo, por questões de segurança fica proibido o uso de chinelos, sandálias e “crocs”. - Blusões, identifiquem os mesmos com nome e sobrenome.
-  A partir do dia 07/08/17, o aluno(a) que não estiver devidamente uniformizado, não poderá assistir às aulas. Lembrem-se, bonés, toucas, chapéus não fazem parte do uniforme.
-  De acordo com a Lei Estadual 12.730 de 11 de outubro de 2007, fica proibido o uso de celulares (smartfhones, tablets e afins) em sala de aula, logo o Colégio não se responsabiliza pelos mesmos.
-  Evitem atrasos, os mesmos atrapalham o desenvolvimento das atividades. Em caso, sem justificativa, de três atrasos os responsáveis serão convocados ao Colégio.
-  Faltas sem justificativa, em dias de avaliações (provas e apresentação de trabalhos) será cobrada uma taxa de R$ 20,00 (vinte reais), por avaliação perdida. Faltas só se justificam por afastamento médico ou força maior.
-  “Lição de Casa”, todos os dias existem atividades a serem realizadas, por favor, observem as mesmas. As apostilas são vistadas pelos professores, fiquem atentos.  
-  Namoro, responsabilidade da família.
-  Conteúdo de Redes Sociais, não compete ao Colégio monitorar.
-  Alunos com restrições médicas, favor informar ao Colégio (relatórios e laudos médicos devem ser apresentados). 
-  Alunos transferidos que devem histórico providenciar o mais rápido possível.
-  Alunos do 9° ano e 3° série do Médio providenciar RG (atualizado) e CPF, os mesmos serão solicitados antes do término do ano letivo; - Datas para entrega de trabalhos, respeitem as mesmas.
-  Traga um squeeze, garrafa para beber água.
-  Horário: entrada 7h30min, com 5 (cinco) minutos de tolerância; - Quando for necessário conversar com algum professor (a), favor marcar horário junto a Secretaria do Colégio.
-  Recuperação Final – O aluno(a) que não obtiver média final 6(seis) em alguma disciplina, estará de recuperação, sendo que só poderá realizar esta, caso fique em no máximo 3(três) disciplinas 4(quatro) disciplinas abaixo da média, o aluno(a) estará automaticamente RETIDO.
-  Criem o hábito de estudos diários, facilita em muito as suas tarefas.
-  Atualizem emails e telefones junto a secretaria do Colégio. - Depto Financeiro, as mensalidades tem como vencimento o dia 08 de cada mês, evite a perde de seu desconto.

-  Datas para entrega de trabalhos e avaliações bimestrais: - Símbolos Nacionais – 04/09
-  Trabalhos das matérias, listas de exercícios – 15/09
-  Feira Cultural – 16/09
-  Atividades complementares – 29/09
-  Entrega das apostilas completas – 29/09
-  Avaliações bimestrais – 18 a 26 de setembro  - Não se esqueçam da leitura dos paradidáticos do bimestre, os professores estarão passando as orientações necessárias. - Qualquer dúvida contatem a Secretaria e Coordenação do Colégio.



Atenciosamente, A Direção. 
05/06



27/04
Roteiro de Trabalhos
6º ano – Ciências
Trabalho 1
Seminário: Solo e suas propriedades
Cada aluno receberá um subtema sobre Solo, e terá que trazer para sala definições e conceitos importantes sobre o subtema recebido. Além de trazer imagens ou esquemas para facilitar a explicação aos colegas.

Exemplos de subtemas:
·                    Drenagem
·                    Rotação de cultura
·                    Erosão eólica
·                    Erosão Pluvial
·                    Compostagem

Objetivo:
·                    Treinar a linguagem oral dos alunos
·                     Postura diante da sala
·                    Uso da pesquisa.

Data de solicitação: 11/05
Data de apresentação: 18/05


Trabalho 2

TEMA: Pirâmide alimentar
Os alunos terão que construir uma pirâmide alimentar de acordo com as classes dos alimentos (reguladores, construtores, mistos e energéticos). A escolha dos alimentos em cada divisão da pirâmide será por conta dos alunos, de modo que respeitem a classe de cada alimento.

Materiais: (Livre). Pode ser desenho em uma sulfite, cartolina, papelão com colagens...



Objetivo:
·                    Despertar a criativa na construção de uma pirâmide
·                    Pesquisar alimentos pertencentes a cada classe.
·                    Conhecer a função dos alimentos
·                    Entender porque os alimentos devem ser ingeridos em quantidades diferentes dependendo da classe.

Data de solicitação: 18/05/2017
Data de entrega: 25/05/2017
______________________________________________________________________
7º ano – Ciências

Seminário individual: Doenças Virais x doenças bacterianas
Cada aluno receberá o nome de uma doença e terá que trazer uma pesquisa. No corpo da pesquisa terá que conter: sintomas, causas, prevenção e tratamento. Além de trazer imagens e esquemas para exemplificar.
Objetivo:
·                    Treinar a linguagem oral
·                    Pesquisar e conhecer doenças comuns na sociedade
·                    Saber como se prevenir e tratar

Data de solicitação: 01/05/2017
Data de apresentação: 12/05/2017

9º ano (Ciências)

Relatório digitado: Separação de misturas
A partir da aula prática no laboratório, os alunos se reunirão em grupo e devem escrever um relatório sobre a aula prática. O relatório precisa ser digitado, seguindo as normas passadas em aula, como: formatação, legenda em fotos, introdução, materiais e métodos, resultados, conclusão e referências bibliográficas.


Objetivo:
·                    Aprender a fazer um relatório de experiências empíricas
·                    Observar resultados e conclusões da Ciência

Data de solicitação: 05/05/2017
Data de entrega: 19/05/2017


1º Médio (Biologia)
Lista de exercícios sobre células
Data de entrega: 03/05/2017
Data de recebimento: 10/05/2017


Seminário em grupo: Citologia
Cada grupo receberá um tema, e terá que montar slides para explicar para o restante da turma sobre o tema estudado envolvendo o tema central: células.

Temas sugeridos:
·                    Transporte celular passivo
·                    Transporte celular ativo
·                     Estrutura celular
·                    Tipos de células e suas organelas

Solicitação: 27/04/2017
Apresentação: 18/05 e 19/05
_____________________________________________________________________



1º Médio (Química)
Lista de exercícios sobre Forças intermoleculares, ligações químicas, geometria molecular e moléculas polares e apolares.

Entrega dia: 03/05/2017
Recebimento: 11/05/2017


2º Médio (Biologia)

Elaboração de um esquema taxonômico, para determinação de uma espécie.

Materiais: Folha de sulfite, almaço, lápis de cor/ colagens.

Objetivo:
·                    Conhecer os nomes científicos dos animais.
·                    Aprender a classificar os seres vivos.

Solicitação: 19/04/2017
Data de entrega: 26/04/2017

Atividade 2: Árvore filogenética
Em uma folha sulfite, elaborar uma árvore filogenética (cladograma) apontando as características que surgem ao longo do tempo. Fazer pelo menos 4 espécies.

Solicitação: 26/04/2017
Entrega: 03/05/2017






2º médio (Química)

Lista de exercícios sobre Termoquímica
Data de entrega: 17/05/2017
Retorno: 24/05/2017

3º Médio (Biologia)

Atividade: Construção de uma teia alimentar tendo o gavião como consumidor de quarta ordem. (Exercício da apostila)

Materiais: Sulfite, lápis de cor ou colagens.

Objetivo:
·                    Entender como acontecer às relações ecológicas para o equilíbrio alimentar
·                    Aprender a função de cada ser dentro da teia
·                    Conhecer exemplos de presas, predadores e produtores.

Solicitação: 20/04/2017
Recebimento: 27/04/2017


3º Médio (Química)
Lista de exercícios sobre: Isomeria

Data solicitada: 12/05/2017
Entrega: 26/05/2017




27/04

MATEMÁTICA – 6º / 7º / 8º
ENTREGA DE SIMULADOS EM 05/05/2017
PROFª Elaine Franco

26/04
Arte - Ensino Médio
Arte Paleo-Cristã
Durante o Império Romano, coexistindo com o esplendor da cultura pagã, inicia-se e desenvolve-se o cristianismo, que assenta nos primeiros séculos os fundamentos da sua evolução. Não se pode compreender a arte medieval sem ter presente as formas e critérios que ora se estabelecem por consequência da nova fé. A arte paleocristã não representa a dissolução da arte romana, mas a implantação de novos critérios que fundamentam um novo período histórico.
A arte paleocristã seleciona e toma do mundo romano, tanto ocidental quanto oriental, múltiplos elementos para criar uma nova linguagem que se adapte e corresponda às exigências da crença cristã.
Cronologicamente, no desenvolvimento da arte paleocristã distingue-se duas etapas, separadas pelo Edito de Tolerância do ano 313. Deve-se notar, porém, que a segunda não termina com a destruição do Império Romano do Ocidente em 476, pois, tanto no Oriente, que se funde com as formas iniciais do mundo bizantino, como no Ocidente, onde coexiste com a arte dos povos bárbaros, a arte paleocristã persiste como tal até o início do século VII.
Os romanos testemunharam o nascimento de Jesus Cristo, o qual marcou uma nova era e uma nova filosofia. Com o surgimento de um “novo reino” espiritual, o poder romano viu-se extremamente abalado e teve início um período de perseguição não só a Jesus, mas também a todos aqueles que aceitaram sua condição de profeta e acreditaram nos seus princípios.
Esta perseguição marcou a primeira fase da arte paleocristã: a fase catacumbária, que recebe este nome devido às catacumbas, cemitérios subterrâneos em Roma, onde os primeiros cristãos secretamente celebravam seus cultos. Ainda hoje, podemos visitar as catacumbas de Santa Priscila e Santa Domitila, nos arredores de Roma.
Os cristãos foram perseguidos por três séculos, até que em 313 o imperador Constantino legaliza o Cristianismo, dando início à segunda fase da arte paleocristã: a fase basilical.
Em 395, o imperador Teodósio dividiu o Império Romano entre seus dois filhos: Honório e Arcádio. Honório ficou com o Império Romano do Ocidente, tendo Roma como sua capital, e Arcádio ficou com o Império Romano do Oriente, com a capital Constantinopla (antiga Bizâncio e atual Istambul).
O império Romano do Ocidente sofreu várias invasões, principalmente de povos bárbaros, até que, em 476 foi completamente dominado. Já o Império Romano do Oriente (onde se desenvolveu a arte bizantina), apesar das dificuldades financeiras, dos ataques bárbaros e das pestes, conseguiu manter-se até 1453, quando a sua capital Constantinopla foi totalmente dominada pelos muçulmanos.
ARQUITETURA
O preceito de que o cadáver do cristão devia ser inumado e não incinerado, assim como a ideia de que a terra onde recebia a sepultura era sagrada, por abençoar e receber em depósito um corpo destinado à ressurreição fez aparecerem os cemitérios cristãos.
A partir do século II, a catacumba ou cemitério subterrâneo apresenta a seguinte disposição: uma série de galerias subterrâneas ou corredores (ambulacri), extremamente estreitos para aproveitar o terreno ao máximo, cujas paredes se destinam a abrir várias filas de nichos em sentido longitudinal. Estes corredores alargam-se de vez em quando formando uma pequena câmara (cubiculum ou cripta) para nela reunir algumas sepulturas. Em alguns casos, o cubiculum encontra-se no final de uma galeria, com um banco comprido, como presidência, o assento para o bispo, o que indica que realizavam reuniões comunitárias. Nas galerias superiores situam-se os lucernários abertos para o exterior, que proporcionam a luz e ventilação de que carecem as inferiores.
As primeiras basílicas tiveram influência da casa romana e dos templos de culto oriental. Tinha uma planta estruturada em três partes: parte pública, semi-pública e privada.  A parte pública consta de um grande pátio com fonte no centro. O pátio tem galerias à sua volta que dão para o corpo do templo.  A parte semi-pública da basílica é constituída pelo corpo da igreja, que pode constar de uma, três ou cinco naves, separadas por filas de colunas que suportam as arcadas. Como o templo está orientado, ou seja, com a cabeceira ou presbitério para Leste, uma nave encontra-se ao Norte – e destina-se às mulheres e a outra ao Sul, onde se situam os homens, denominando-se , respectivamente, nave do evangelho e da epístola, porque na sua direção se dirigiam as correspondentes  leituras da missa. Na nave central situa-se o coro menor, para cantores e clérigos menores.  Toda essa parte semi-pública está separada da parte privada mediante uma parede com portas que é o septum: daí que a nave transversal que está atrás (nave do cruzeiro) receba o nome de transeptum ou transepto.
A parte privada da basílica é complexa, evoca nas suas formas o edifício funerário, visto que tudo se relacionava com a câmara subterrânea onde se encontrava a relíquia, corpo ou lugar venerado que justificava a construção da basílica nesse local.
No século V aparecem as variantes fundamentais das primeiras basílicas, que são as seguintes: é frequente um segundo piso sobre as naves laterais ou pela parte central, o problema da iluminação do interior do edifício está resolvido pela maior altura da nave central, que permite abrir amplas janelas por cima das naves laterais.
Ao período inicial do reinado de Constantino pertencem basílicas importantes como em Roma, a desaparecida São Pedro, Santa Inês, San Lorenzo Extramuros e São João de Latrão, hoje em boa parte reconstruídas.
Depois desse período representado por Constantino, as comunidades cristãs do Oriente e do Ocidente empenham-se paralelamente na busca e desenvolvimento de um tipo de templo cristão. Nesta etapa, que vai de 350 a 550, concretizam-se dois tipos diferentes de igreja: a de planta de cruz latina, derivado do tradicional tipo basilical, e a de planta de cruz grega ou de plano central. O fato fundamental é o triunfo da abóboda, especialmente nos edifícios de plano central em que a cúpula virá a ser elemento essencial.


PINTURA
Surgidas no meio cultural romano, as primeiras decorações pictóricas cristãs assumem as características formais da arte de seu tempo. Basta comparar a decoração do cubículo do Bom Pastor das catacumbas de Domitila ou as da cripta de Lucina nas de São Calisto, ambas do início do século III, com as obras não cristãs desses momentos para sentir a identidade das técnicas: paredes e abóbodas, recobertas de cor branca cremosa, aparecem compartimentadas por uma decoração linear em vermelho e verde muito esquemática, que define espaços regulares em cujo centro aparecem representadas pequenas figuras com uma técnica nervosa. Salvo pela sua imperícia e pela natureza tosca (só a partir do Edito da Tolerância de 313 puderam ser obras de artistas notáveis), as primitivas pinturas cristãs não se diferenciam, pois, estilisticamente, das outras romanas do seu tempo e unicamente a partir do século V se poderá falar de um código formal próprio e plenamente adaptado à sua própria religiosidade.
Além das características pictóricas parecidas com as da pintura romana dos séculos III e IV, os temas, talvez por precaução perante as perseguições, talvez como meio mais adequado para penetrar nas consciências, os primeiros cristãos utilizaram motivos correntes na arte pagã os quais, depois de esvaziar de conteúdo, dotaram uma nova simbologia, e assim o tema das estações passou a ser considerado símbolo da renovação da vida, Orfeu com os animais converteu-se em reflexo de Cristo como pastor de almas e este foi figurado com os tributos de Apolo como “luz do mundo”.
Foi provavelmente em finais do século II e início do III (e talvez em conexão com relativa tolerância que se produz durante o reinado dos Severos e com o desenvolvimento de uma arte figurativa judaica, um pouco anterior, e que também encontrou campo de ação nas catacumbas romanas e nas sinagogas), quando se começou a definir o universo de formas cristãs, abrangendo não só imagens simbólicas (Cristo como Bom Pastor, o monograma, o lábaro e o peixe, o Cordeiro eucarístico, o cálice ou os pássaros picando a videira), mas também ciclos narrativos com cenas alusivas à salvação, tanto extraídas do Velho Testamento como do Novo, e para algumas das quais talvez pudessem utilizar como modelos as cenas da Bíblia ilustrada que, ao parecer, se realizavam em Alexandria já no século I.
Ao longo do século IV, o cristianismo deixou de ser perseguido e converteu-se em religião oficial do Estado. Lógico que a aprovação oficial teve consequências importantes no campo das artes, começando pela edificação de um grande número de templos – os mais significativos pagos pelo imperador -, mas embora na arquitetura as consequências tenham sido imediatas e claras, quanto concerne à escultura ou à pintura as mudanças deveriam ter sido bastante mais calmas, e parece clara uma certa continuidade com os modelos do século III.
Nos finais do século IV, e coincidindo com novo período de energia que o reinado de Teodósio supôs a Igreja, as decorações dos templos aparecem já bem definidas. Primeiro, há um evidente afã de riqueza, que leva a preferir o mosaico à pintura mural para recobrir as paredes dos templos. Depois, um incremento de valores narrativos. Finalmente, constata-se agora um evidente aumento da qualidade formal das representações. Quanto ao aspecto temático, deve-se recordar, à margem de que agora começam a estenderem-se as representações de santos e mártires.

MOSAICO
O mosaico, muito utilizado pelos gregos e romanos, foi o material escolhido para o revestimento interno das basílicas, utilizando imagens do Velho e do Novo Testamento. Esse tratamento artístico também foi dado aos mausoléus e os sarcófagos feitos para os fiéis mais ricos e eram decorados com relevos usando imagens de passagens bíblicas.
Jesus Cristo poderia estar simbolizado por um círculo ou por um peixe, pois a palavra peixe, em grego ichtus, forma as iniciais da frase: “Jesus Cristo de Deus Filho Salvador”. Outra forma de simboliza-lo é o desenho do pastor com ovelhas “Jesus Cristo é o Bom Pastor” e também, o cordeiro “Jesus Cristo é o Cordeiro de Deus”.
Ao longo do século V e em boa parte do VI, Ravena converteu-se na capital artística da Itália graças às obras da família imperial, e, sobretudo ao programa empreendido pelo rei ostrogodo Teodorico (493-536) e às realizações dos bizantinos após a conquista da Itália pelos generais Justiniano. Da primeira metade do século V são dois edifícios de plano central (a pia batismal da catedral ou dos Ortodoxos e do mausoléu de Gala Placídia , filha de Teodósio), cuja sobriedade exterior contrasta com o rico revestimento interno de mosaicos.
Na igreja Santo Apolinário in Classe, consagrada no ano 549, conserva-se a decoração do abside. Na parte inferior doze cordeiros, símbolo dos apóstolos, caminham para o centro, onde ao princípio se figurou o Cordeiro místico e depois (talvez por ali estar enterrado um santo) se representou Santo Apolinário, bispo e padroeiro de Ravena, em atitude de oração. Mais acima, numa paisagem sumária  de caráter essencialmente decorativo, outros três cordeiros, símbolo das testemunhas da Transfiguração, contemplam a Cruz, alinhada sobre Santo Apolinário no eixo central.

Na cidade de Ravena, pode-se apreciar o Mausoléu de Gala Placídia e as igrejas de Santo Apolinário, o Novo e a de São Vital com riquíssimos mosaicos.
26/04
GEOGRAFIA
6º Ano do Ensino Fundamental

Tema:            A HIDROGRAFIA DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
Formato do trabalho:      
                        Dossiê.
Apresentação:
                        Conter capa com:
                                   Nome e número do aluno.
                                   Título.
                                   Nome do professor.
Conteúdo:
                        Conter somente quatro páginas de papel almaço. (somente)
                        Informações sobre o relevo e hidrografia do território brasileiro.
                        Deverá conter ainda informações sobre todo conjunto de planaltos, planícies, chapadas, rios e mares mais importantes de nosso território.
Deverá conter ainda imagens de relevos e hidrografia brasileira, sendo que as imagens não poderão exceder a metade da página, ou seja: a metade de cada página deverá conter imagens e a outra metade somente textos, as imagens poderão ser impressas ou desenhadas.
                        Finalizar com as fontes de informação utilizadas, o trabalho deverá ser realizado individualmente e caso seja constatada copia o mesmo terá nota zero em todos os quesitos.
Pontuação:
                        O trabalho terá nota atribuída de 0 a 10.
            Distribuição:
                                   Capa 1 ponto.
                                   Quantidade de páginas 1 ponto.
                                   Conteúdo coerente com o tema 6 pontos.
                                   Limite de data para entrega 1 ponto.
                                   Apresentação (capricho) 1 ponto.
Data limite para entrega do trabalho: 19/06/2017

7º Ano do Ensino Fundamental

Tema:            DOSSIÊ SOBRE A IMPORTÂNCIA DE CONSERVAÇÃO E USO CONSCIENTE DOS RECURSOS HÍDRICOS.
Formato do trabalho:      
                        Dossiê.
Apresentação:
                        Conter capa com:
                                   Nome e número do aluno.
                                   Título.
                                   Nome do professor.
Conteúdo:
                        Conter somente quatro páginas de papel almaço. (nem mais e nem menos)
                        Informações sobre o relevo e hidrografia do território brasileiro.
                        Deverá conter informações sobre os sistemas hídricos brasileiro, ressaltar os mais importantes quanto a sua localização, utilização consciente e conservação dos principais sistemas de São Paulo.
                        Deverá conter ainda imagens de bacias e hidrofitografias do Estado de São Paulo, sendo que as imagens não poderão exceder a metade da página, ou seja: a metade de cada página deverá conter imagens e a outra metade somente textos, as imagens poderão ser impressas ou desenhadas.
                        Finalizar com as fontes de informação utilizadas, o trabalho deverá ser realizado individualmente e caso seja constatada copia o mesmo terá nota zero em todos os quesitos.
Pontuação:
                        O trabalho terá nota atribuída de 0 a 10.
                        Distribuição:
                                   Capa 1 ponto.
                                   Quantidade de páginas 1 ponto.
                                   Conteúdo coerente com o tema 6 pontos.
                                   Limite de data para entrega 1 ponto.
                                   Apresentação (capricho) 1 ponto.
Data limite para entrega do trabalho: 19/06/2017
8º Ano do Ensino Fundamental

Tema:            FÔLDER TURÍSTICOS SOBRE REGIÕES EUROPEIAS
Formato do trabalho:      
                        Dossiê.
Apresentação:
                        Conter capa com:
                                   Nome e número do aluno.
                                   Título e Nome do professor.
Conteúdo:
                        Conter somente quatro páginas de papel almaço ou sulfite. (nem mais e nem menos)
                        Informações relevantes que mostrem através de fôlder turísticos assuntos  sobre regiões europeias, apontando características relevantes de cada região, levando-se em conta o relevo, hidrografia, vegetação, clima, cultura e atividades socioeconômicas.
Subdivididos nos subtemas abaixo, sendo um fôlder por página:
                        1)        Relevo
                        2)        Hidrografia.
                        3)        Clima e vegetação.
                        4)        Cultura e atividades socioeconômicas
                        Além de conter os quatro folders, sendo um por página com os temas acima
                        Finalizar com as fontes de informação utilizadas, o trabalho deverá ser realizado individualmente e caso seja constatada copia, o mesmo terá nota zero.
Pontuação:
                        O trabalho terá nota atribuída de 0 a 10.
            Distribuição:
                                   Capa 1 ponto.
                                   Quantidade de páginas 1 ponto.
                                   Conteúdo coerente com o tema 6 pontos.
                                   Limite de data para entrega 1 ponto.
                                   Apresentação (capricho) 1 ponto.
Data limite para entrega do trabalho: 19/06/2017
9º Ano do Ensino Fundamental

Tema:            DOSSIÊ SOBRE PROBLEMAS SOCIOECONÔMICOS ENCONTRADOS NO PLANETA.
Formato do Trabalho:     
                        Dossiê.
Apresentação:
                        Conter capa com:
                                   Nome e número do aluno.
                                   Título.
                                   Nome do professor.
Conteúdo:
                        Conter somente quatro páginas de papel almaço. (nem mais e nem menos)
                        Informações sobre problemas socioeconômicos encontrados no planeta.
                        Deverá conter informações sobre os fatores socioeconômicos que afetam a população mundial,
                                   1)        Fome e o preconceito no continente africano.
                                   2)        As origens dos problemas sociais da América do Sul.
                                   Finalizar com as fontes de informação utilizadas, o trabalho deverá ser realizado individualmente e caso seja constatada copia o mesmo terá nota zero em todos os quesitos.
Pontuação:
                        O trabalho terá nota atribuída de 0 a 10.
                        Distribuição:
                                   Capa 1 ponto.
                                   Quantidade de páginas 1 ponto.
                                   Conteúdo coerente com o tema 6 pontos.
                                   Limite de data para entrega 1 ponto.
                                   Apresentação (capricho) 1 ponto.

Data limite para entrega do trabalho: 19/06/2017

1º Ano do Ensino Médio

Tema:            MAPA CONCEITUAL E GRÁFICO SOBRE O SISTEMA GEOLÓGICO DO PLANETA.
Formato do trabalho:      
                        Mapa conceitual e gráfico..
Apresentação:
                        Conter capa com:
                                   Nome e número do aluno.
                                   Título.
                                   Nome do professor.
Conteúdo:
                        Conter duas páginas de papel almaço ou sulfite.
                        Sendo uma página para o mapa conceitual, que deverá conter informações as principais informações geológicas do planeta, levando-se em conta dados como: formação geologia, dos continetes com ênfase na América do Sul, além de conter divisões por placa tectônica, oceanos e mares.
                        Quanto ao mapa gráfico não poderá ser colagem por figuras, deverá ser desenhada ou transferida com papel vegetal e deverá conter todas as informações do mapa conceitual de forma bem clara e objetiva.
                        Finalizar com as fontes de informação utilizadas, o trabalho deverá ser realizado individualmente e caso seja constatada copia o mesmo terá nota zero em todos os quesitos.
Pontuação:
                        O trabalho terá nota atribuída de 0 a 10.
                        Distribuição:
                                   Capa 1 ponto.
                                   Quantidade de páginas 1 ponto.
                                   Conteúdo coerente com o tema 6 pontos.
                                   Limite de data para entrega 1 ponto.
                                   Apresentação (capricho) 1 ponto.

Data limite para entrega do trabalho: 19/06/2017
2º Ano do Ensino Médio

Tema:             DOSSIÊ SOBRE FUTUROS PROBLEMAS ENERGÉTICOS NO PLANETA.
Formato do trabalho:      
                        Dossiê.
Apresentação:
                        Conter capa com:
                                   Nome e número do aluno.
                                   Título.
                                   Nome do professor.
Conteúdo:
                        Conter quatro páginas de papel almaço ou sulfite.
                        Deverá conter ainda textos e imagens de sistemas alternativos para obtenção de energia levando-se em conta a região a ser explorada e as necessidades das mesmas, relatar problemas que poderão serem encontrados no futuro.
                        Vale a pena lembrar que as imagens não poderão ultrapassar meia página isto quer dizer que, caso aconteça o aluno sofrerá desconto na nota final do trabalho.
                        Finalizar com as fontes de informação utilizadas, o trabalho deverá ser realizado individualmente e caso seja constatada copia o mesmo terá nota zero em todos os quesitos.
Pontuação:
                        O trabalho terá nota atribuída de 0 a 10.
                        Distribuição:
                                   Capa 1 ponto.
                                   Quantidade de páginas 1 ponto.
                                   Conteúdo coerente com o tema 6 pontos.
                                   Limite de data para entrega 1 ponto.
                                   Apresentação (capricho) 1 ponto.


Data limite para entrega do trabalho: 19/06/2017

3º Ano do Ensino Médio

Tema:             DOSSIÊ SOBRE COMO É POSSÍVEL ENFRENTAR OS PROBLEMAS ENCONTRADOS NO CONTINENTE AFRICANO.
Formato do trabalho:      
                        Dossiê.
Apresentação:
                        Conter capa com:
                                   Nome e número do aluno.
                                   Título.
                                   Nome do professor.
Conteúdo:
                        Conter quatro páginas de papel almaço ou sulfite.
                        Deverá conter informações sobre os efeitos da descolonização africana, e o porque de tantos problemas sociais, econômicos e políticos no continente.
                        Deverá conter ainda conclusão própria com base e argumentos coerentes.
                        Vale a pena lembrar que as imagens não poderão ultrapassar meia página isto quer dizer que, caso aconteça o aluno sofrerá desconto na nota final do trabalho.
                        Finalizar com as fontes de informação utilizadas, o trabalho deverá ser realizado individualmente e caso seja constatada copia o mesmo terá nota zero em todos os quesitos.
Pontuação:
                        O trabalho terá nota atribuída de 0 a 10.
                        Distribuição:
                                   Capa 1 ponto.
                                   Quantidade de páginas 1 ponto.
                                   Conteúdo coerente com o tema 6 pontos.
                                   Limite de data para entrega 1 ponto.
                                   Apresentação (capricho) 1 ponto.



Data limite para entrega do trabalho: 19/06/2017


25/04/2017



Seguem abaixo, as datas das Avaliações referentes ao 2° Bimestre/2017 das disciplinas de Língua Portuguesa e Técnicas de Redação:

6° ano:
Língua Portuguesa - 23/05/2017
Técnicas de Redações - 26/05/2017

7° ano:
Língua Portuguesa - 23/05/2017
Técnicas de Redações - 18/05/2017

8° ano:
Língua Portuguesa - 22/05/2017
Técnicas de Redações - 18/05/2017

Att,

Professora Kátia Sanchez

21/03
Horário Provas Bimestrais




24/02


Roteiro de trabalho - Literatura 1° bimestre – Profª Priscila Fagundes

- 9º ano Seminário do livro “O Tempo e o Vento”
Data: 22/3/2017
Etapa: Leitura, pesquisa sobre o autor e a obra, análise sobre o foco narrativo, enredo clímax, desfecho e personagens (características físicas e psicológicas)
O trabalho será feito individualmente em suas casas, sendo apresentado em grupo na escola através de Power Point ou Prezi.

- 1º Médio Seminário do livro “Memórias de um Sargento de Milícias”
Data: 21/3/2017
Etapa: Leitura, pesquisa sobre o autor e a obra, análise sobre o foco narrativo, enredo clímax, desfecho e personagens (características físicas e psicológicas)
O trabalho será feito individualmente em suas casas, sendo apresentado em grupo na escola através de Power Point ou Prezi.

- 2º Médio Seminário do livro “Dom Casmurro”
Data: 22/3/2017
Etapa: Leitura, pesquisa sobre o autor e a obra, análise sobre o foco narrativo, enredo clímax, desfecho e personagens (características físicas e psicológicas)
O trabalho será feito individualmente em suas casas, sendo apresentado em grupo na escola através de Power Point ou Prezi.

- 3º Médio Seminário do livro “Minha Vida de Menina”
Data: 21/3/2017
Etapa: Leitura, pesquisa sobre o autor e a obra, análise sobre o foco narrativo, enredo clímax, desfecho e personagens (características físicas e psicológicas)

O trabalho será feito individualmente em suas casas, sendo apresentado em grupo na escola através de Power Point ou Prezi.

Prova Mensal
Data: 8/3/2017 (9º ano)

Data: 14/3/2017 (1°,2° e 3 º médio)


17/02




Alunos do ensino médio, atividades de sociologia para serem entregues dia 23/02, disponíveis no blog:









17/02


8° Ano, Trabalho de Ciências, Profª Juliana, "Representação das Células", conforme os temas distribuídos em sala de aula, entrega 23/02 (próxima quinta).






10/02

6º, 7º, 8º anos do ensino fundamental, Matemática, Profº Elaine Franco, entrega da lista de exercícios, dia 14/02 (terça)


Trabalhos de Sociologia  Filosofia - 1º bimestre 2017